A internet matou o Cupido?

Sites on-line dedicados a enganar os cônjuges, aplicativos flexíveis que permitem que você conheça pessoas ao virar da esquina para gratificação instantânea, conversas de vídeo com estranhos completos do outro lado do mundo que se transformam em “relacionamentos” de longo prazo – como a Internet mudou a natureza dos relacionamentos, para o bem ou para o mal, e para o que precisamos pensar quando nossos filhos crescem como uma geração digital hiperconectada?

Também no YouTube

Preencha os campos para receber novidades.

Não fazemos spam!

Leia nossa política de privacidade para mais informações.

E você, o que acha?